? ??????????????????? ????Easy Install Instructions:???1. Copy the Code??2. Log in to your Blogger account
and go to "Manage Layout" from the Blogger Dashboard??3. Click on the "Edit HTML" tab.??4. Delete the code already in the "Edit Template" box and paste the new code in.??5. Click BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS ?
"Queria saber: depois que se é feliz o que acontece? O que vem depois?"

27 de junho de 2010

Sobre um livro especial


“A maioria dos pássaros foi criada para voar. Para eles, ficar no solo é uma limitação de sua capacidade de voar, e não o contrário. (...) Você, por outro lado, foi criado para ser amado. Assim, para você, viver como se não fosse amado é uma limitação, e não o contrário. (...) Viver sem ser amado é como cortar as asas de um pássaro e tirar sua capacidade de voar. Não é algo que eu queira pra você.”
Do livro “A Cabana"

Ler esse livro foi aprendizagem pra mim. Não apenas li, mas refleti nas palavras sábias que nele foram escritas. É um livro triste e bonito, muitas vezes tive que parar porque meus olhos ficavam embaçados com as lágrimas. Em alguns momentos me vi nas cenas descritas nele.
Por vezes precisamos passar por situações difíceis, por perdas como nele relata e até pela grande tristeza, é muito difícil, mas quando conseguimos passar sabendo que é uma prova pra sermos aprovados fica um pouco mais leve o fardo no caminho. É a chamada fé, aquela que temos sem ver, é a certeza de que não estamos sozinhos no caminho. Escrevo isso não pelo trecho do livro que coloquei aqui, mas pelo livro inteiro. Somos cheios de limitações, somos totalmente dependentes, e mais, somos frágeis. Ler esse livro me fez refletir muito sobre o perdão. Da tragédia ao triunfo ele me fez repensar sobre a vida. Acredito que cada um de nós , de alguma forma, têm uma “cabana” particular…alguns de maneira mais intensa, outros não.

"É preciso demorar um tempo preparando o solo se quiser que ele acolha a semente."

1 comentários:

Angélica Lins disse...

Eu li este livro Emili.
Ele de fato nos leva a uma grande reflexão.

Beijo